Segunda, 10 de dezembro de 2018, 07:20h


Publicidade

Tordilho
Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XVIII - Número 637 dezembro - 2018

Fechar X

Ano XVIII - Número 637

dezembro - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Agronegcio - Edio IV 2018/11

Receitas

Pssego Trufado

Assine


Home Colunistas

Buenas...

2014-11-24 Coluna do JC

O cu do mundo é aqui... É incrível mas é fato, se tiver que despejar alguma sobra imprestável, aqui é o lugar. Obras boas é da 290 pra cima, e o “seu” Daer é o patrono supremo.  Cu do mundo II A ponte mais antiga de Pinheiro Machado (Passo dos Pires, na ERS-608), já não existe mais. A tropa de choque do Daer retirou a dita cuja. Quem quiser fazer o trajeto Pinheiro Machado-Pedras Altas, tem que fazê-lo por desvios longos. Engraçado é que a turma da dita entidade que foi criada para reparar essas estradas trabalham dois dias por semana e se mandam a Porto Alegre com dois caminhões. Dá pra acreditar? Cu do mundo III Nós aqui da histórica capital farroupilha não ficamos devendo nada a “Los Hermanos”. Estamos na espera da volta do general Bento Gonçalves e sua tropa pra iniciar a reforma da famosa “ponte do Costa”. Tamo juntando uma “caponada”  pra boia da peonada, até porque saco vazio não para em pé.  Cu do mundo IV Não conheço direito (nem esquerdo) o trabalho administrativo dos prefeitos de Pinheiro Machado e de Pedras Altas, mas o fato de deixarem passar em branco um fato desses não cai bem em nenhum lugar do mundo. Agora, o nosso “reizinho” não é de laçar com sovéu curto, os buracos nas barrancas fazem fila pra entrar no que ele chama de estrada, já viram até uma “jaguatirica” circulando no mataréu que se governa. Como diria tio Gerson Pires: “Pode não sê bueno de governo, mas é “cru” no cabo do namoro”. Já é alguma coisa... Cu do mundo V – Correção Do jeito que vamos indo, na verdade já estamos dois dedos abaixo dele, ali, na zona do agrião.  Observação importante Minhas críticas não tem como alvo os funcionários do “seu Daer”. Conheço inúmeros e de muito tempo. São profissionais, gente que conhece o serviço, mas que há muito tempo vem sendo desprestigiados, salários vergonhosos e sob ameaça constante. Esses merecem todo o respeitom mas são eles que pagam o pato enquanto esse bando de políticos cretinos embolsam polpudas diárias e salários nada modestos. Essa situação é de agora. Ela acontece (há mais ou menos) de 20 anos pra cá. Nesse tempo todos os “P” que passaram pouco ou nada fizeram.  O cara  Gilnei, ponta esquerda agudo, Mussum ensaboado, ruim de marcar. Xavante roxo e grande pescador. Amigo de quatro costados.    

Comentários (0)





Fechar  X

Coluna do JC




Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Jotac

Arquivo

Publicidade

Publicidade



Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados