Quarta, 19 de dezembro de 2018, 02:27h


Publicidade

Tordilho
Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XII - Número 638 dezembro - 2018

Fechar X

Ano XII - Número 638

dezembro - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Agronegócio - Edição IV 2018/11

Receitas

Pêssego Trufado

Assine


Home Colunistas

Versão do Fato

2018-01-05 A magia de ser simples

Um “mágico” (ilusionista), com passagem por casas de espetáculos e turnês nos Estados Unidos, resolveu pegar a mochila e percorrer o leste europeu. Sua escolha foi pelas regiões remotas, onde ainda predomina um estilo de vida simples e de crenças arraigadas. Seu objetivo era se redescobrir, mas foi surpreendido.

Além, muitas vezes, de desconhecer a língua, ainda encontrou populações envelhecidas e crentes de que “magia” é coisa do Diabo, ou de mais jovens e decepcionados com a vida que, sabedores de que são truques, mostram-se descrentes e incapazes de interagir, ao menos, para um momento de diversão.

Difícil não admirar a disposição do jovem em buscar suas origens, surgidas quando com um baralho fez um primeiro truque para a mãe. Embora tenha percorrido o caminho do show business, perdera o elemento principal: de forma simples e direta, encantar plateias, cativar a atenção para o “mistério” de sua mágica.

A virada de ano é assim: grandes decisões - deixar de fumar ou beber, fazer um regime, iniciar uma ginástica, voltar a estudar... - soçobram ao passar dos dias. Ficando apenas o dia a dia, onde a vida se repete sem que, em algum momento, se pare a fim de redescobrir o quanto é simples a busca pelo sentido da existência.

Qual é a diferença entre ser simples e humilde? Ser humilde é qualidade intrínseca. Não se qualifica alguém, reconhece sua vivência, até no jeito de fazer alguma coisa. Mas há pessoas que - pela forma de vestir - se julgam simples (em muitos casos são apenas relaxadas), sem que sua atitude demonstre o mesmo.

Necessitam apregoar o que não são porque desejam aparentar qualidades que não alcançaram. O mágico, desejando retornar às suas origens, buscava o tempo em que “encantava” pessoas e não plateias. Da mesma forma com que viramos o ano novo: a magia está em, apenas, tornar melhor a vida de alguém mais próximo. 

Qualquer um pode simplificar seu jeito de viver para que, no fluir do tempo, haja encantamento em quem se assusta com a velhice, tornou-se desinteressado pelo doente ou perdeu o respeito pelo diferente. Vai precisar da mágica, da mágica de um olhar carinhoso para não desistir e fazer valer a pena iniciar um ano novo!

Comentários (0)





Fechar  X

A magia de ser simples




Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Manoel Jesus

Educador



manoeljss@hotmail.com

Arquivo

Publicidade

Publicidade



Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados