Quinta, 13 de dezembro de 2018, 21:47h


Publicidade

Tordilho
Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XVIII - Número 637 dezembro - 2018

Fechar X

Ano XVIII - Número 637

dezembro - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Agronegócio - Edição IV 2018/11

Receitas

Pêssego Trufado

Assine


Home Colunistas

Hora Luterana

2018-02-23 Saudade de um tempo que não chegou

 Quando uma mãe perde o seu bebê, a tristeza é enorme. Além da dor de planos encerrados abruptamente, há a luta diária com uma saudade estranha, de algo que nunca acontecerá. Então, olhamos para o amor de Jesus pelas crianças e somos consolados com o afago de Deus: “Algumas pessoas levaram as suas crianças a Jesus para que ele as abençoasse, mas os discípulos repreenderam aquelas pessoas. Quando viu isso, Jesus não gostou e disse: - Deixem que as crianças venham a mim e não proíbam que elas façam isso, pois o Reino de Deus é das pessoas que são como estas crianças. Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quem não receber o Reino de Deus como uma criança nunca entrará nele. Então Jesus abraçou as crianças e as abençoou, pondo as mãos sobre elas” (Mc 10.13-16). Então a mãe enlutada, o pai entristecido, a família emudecida, tornam-se as próprias crianças, no colo de Jesus, sob a mãos e a bênção do Deus da vida, Deus da ressurreição. Oração: Pai, consola o coração de pais e mães enlutados. Amém. Leia em sua Bíblia: Marcos 10.13-16 - Compartilhe #HoraLuterana - www.horaluterana.org.br  

Comentários (0)





Fechar  X

Saudade de um tempo que não chegou




Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

www.horaluterana.org.br

Arquivo

Publicidade

Publicidade



Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados