Quarta, 12 de dezembro de 2018, 06:04h


Publicidade

Tordilho
Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XVIII - Número 637 dezembro - 2018

Fechar X

Ano XVIII - Número 637

dezembro - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Agronegócio - Edição IV 2018/11

Receitas

Pêssego Trufado

Assine


Home Colunistas

Hora Luterana

2014-03-31 Abandonado - Época de Quaresma

“Não te afastes de mim, pois o sofrimento está perto, e não há ninguém para me ajudar” (Sl 22.11).

Não parece que, às vezes, Deus está distante demais para ver seus problemas ou ouvir suas orações? Alguma vez você já se sentiu tentado a abandoná-lo? Satanás e os inimigos de Jesus tentaram abalar a confiança dele em seu Pai; eles tentaram fazer Jesus sentir-se abandonado: “Você confiou em Deus, o Senhor; então por que ele não o salva? Se ele gosta de você, por que não o ajuda?” (Sl 22.8).

Jesus carregava o pior dos problemas, mas para onde quer que ele olhasse, não poderia achar nenhuma ajuda neste mundo. Os líderes judeus o deveriam ter acolhido e honrado como Messias – mas eles o rejeitaram e forçaram Pilatos a sentenciá-lo à morte.

Ele poderia esperar a proteção do governador romano que o declarou inocente – mas ele o chicoteou e lavou as mãos em relação ao que fariam com ele.

Os soldados romanos deveriam tê-lo tratado com distanciamento profissional – mas eles concentraram nele seus abusos e zombarias cruéis.

Até as pessoas que só passavam por ali, o atacaram com insultos e zombarias pueris.

Seus amigos sumiram, abandonando-o, exceto João que, sozinho, permaneceu diante da cruz. Mas mesmo João nada poderia fazer para ajudá-lo.

Em serena confiança, Jesus volta-se para o único que o pode ajudar: “Não te afastes de mim, pois o sofrimento está perto, e não há ninguém para me ajudar.” Com seu Pai abandonando-o, Jesus estava realmente sozinho com nossos pecados, nossa culpa, e a esmagadora ira de Deus. Mas Jesus, persiste, expõe sua situação desesperadora ao seu Pai e clama por ajuda. “Durante a sua vida aqui na terra, Cristo, em voz alta e com lágrimas, fez orações e súplicas a Deus, que o podia salvar da morte. E as suas orações foram atendidas porque ele era dedicado a Deus” (Hb 5.7).

Oração: Senhor Jesus Cristo, como um belo hino diz: “quando a ajuda de outros falhar e o consolo fugir, ó, Socorro do desamparado, fica comigo”. Amém.

Leia em sua Bíblia o Salmo 62

Comentários (0)





Fechar  X

Abandonado - Época de Quaresma




Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

www.horaluterana.org.br

Arquivo

Publicidade

Publicidade



Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados