Sábado, 16 de dezembro de 2017, 14:51h


Publicidade

Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XII - Número 586 dezembro - 2017

Fechar X

Ano XII - Número 586

dezembro - 2017


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial 91ª Expofeira Pelotas 2017/10

Receitas

Bolo de Caneca

Assine


Home Colunistas

Buenas...

2017-12-01 Coluna do JC

CTG Sinuelo - Rodeio flor de bom 

Canguçu se notabiliza por manter viva a chama do tradicionalismo. Eventos é que não faltam e todos de fundamento. Um deles acontece neste final de semana: mais um grande rodeio em sua bela sede campeira, vale a pena a visita, atrações não faltam, inclusive uma praça de alimentação a preceito. Estarei por lá, revendo amigos e fazendo a cobertura pra minha coluna no Tradição Regional.

Piratini X Violência X QuéQuiHouve

Assaltos estão se tornando rotina, assassinatos entre menores, roubos no interior estão correndo, principalmente, idosos do meio rural pra cidade. Causas? Não se pode jogar a culpa no desemprego, na falta de perspectiva, as drogas se alastraram como uma praga e o efeito é desastroso. Dez por centro fica por conta do mau caratismo de poucos.

Piratini e suas ruas...

Estado de calamidade? Estavam, é fato, mas aos poucos e com muito esforço estão ficando recuperadas. O pessoal encarregado do setor está realizando um bom trabalho, assim como o das pontes, merecem elogios. Pra quem pegou uma prefeitura aos frangalhos, salários atrasados, a realidade já é outra. Parabéns.

Palanke - Templo da gurizada

Um poste com quatro lâmpadas de “led” colocado no local deu cara nova ao tradicional “point” da gurizada. Agora, é limpar o local e manter a limpeza. O resto vem ao natural.

Lágrimas na sopa

Eta homem bem chegadinho numa carpeta e num rebuliço de cobertor. Manta branca, chapéu de feltro, saía para fuzarquear com as moças que dormem pra fora. Chegava em casa, o jornal já estava embaixo da porta. O sininho da sala fazia “blim blim” avisando. - Já vim! Com voz paciente e carinhosa, chamava por dona Nininha: - Minha velha, faz um caldo de galinha pra nós. Ela se levantava, lavava o rosto, soprava as brasas do fogão e vinha ter com ele à mesa, trazendo a sopeira fumegante. Depois de três ou quatro colheradas de sopa, tio Gomercindo começava a choramingar. - Nininha, não deixa essas mulheres da vida me roubarem de ti, não deixa! Como sempre e amanhã também, ela respondia: - Não deixo, não deixo, meu velho. E foram vivendo juntos pelo tempo que Deus lhes deu. Mas que rica mulher a tia Nininha, que categoria!

(Do livro “Cavalo Verde”- Luiz Coronel - Amigo de quatro costados)

Comentários (0)





Fechar  X

Coluna do JC




Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Jotacê

Arquivo



Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados