Quinta, 17 de agosto de 2017, 10:48h


Publicidade

Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XII - Número 568 agosto - 2017

Fechar X

Ano XII - Número 568

agosto - 2017


Galerias

Publicidade

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial Colono e Motorista 2017 2017/07

Assine


Home Colunistas

Bem-querer dos Adondes

2017-04-17 XIX Semana Espírita de Canguçu

“É subindo à sua origem, é comunicando com a razão absoluta, eterna, que a alma humana descobre a verdade e compreende a ordem e a lei universais. Assim direi a todos: homens, filhos da Luz, ó meus irmãos! Lembremo-nos da nossa origem; lembremo-nos do fim, durante a viagem da vida! Desprendamo-nos das coisas que passam; Liguemo-nos às que permanecem” (Léon Denis – O Grande Enigma)

A Sociedade Espírita Trabalhadores do Evangelho (S.E.T.E), fundada no município de Canguçu, em 4 de fevereiro de 1949, situada na rua Dom Otaviano, nº 491, realizou entre os dias 3 a 9 de abril, em sua sede, a décima nona Semana Espírita. O tema deste ano era “Eu vim para que todos tenham vida, vida em abundância” (Jo.10:10).

Vários temas foram abordados, como: “Liberdade e esperança”, “O amor como fonte de vida”, “Buscai e achareis”, “O amparo divino, ao esforço real”, “Amor, virtude e vida”, “As luzes do Evangelho para uma vida verdadeira”, “Eu vim para que todos tenham vida”, entre outros, que foram minunciosamente explicados e abordados ao longo de cinco noites e uma tarde de exposição.

Todos os temas foram profundamente estudados à luz da Doutrina Espírita, esta codificada pelo pedagogo francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, usando o pseudônimo de Allan Kardec. É uma Doutrina que alia ciência, filosofia e religião, buscando a melhor compreensão não apenas do universo tangível (científico), mas também do universo a esse transcendente (religião).

A Doutrina é baseada em cinco “obras básicas” – que, juntas, formam a Codificação Espírita – escritas por Kardec, através da observação de fenômenos que o mesmo atribuía a manifestações de inteligências incorpóreas ou imateriais, denominadas espíritos. A codificação espírita se constituiu em: “O Livro dos Espíritos”, “O Livro dos Médiuns”, “O Evangelho segundo o Espiritismo”, “O Céu e o Inferno” e “A Gênese”; somam-se à codificação as chamadas obras “complementares”, como “O Que É O Espiritismo?”, “Revista Espírita” e “Obras Póstumas”.

Nada mais animador que, em momentos de crises, ouvirmos palavras estimulantes, que nos impulsionam para frente, para seguirmos firmes em nossos propósitos. Assim, a comunidade canguçuense teve a oportunidade de disfrutar de momentos de grande engrandecimento individual, ao ouvir as ideias e os raciocínios desenvolvidos pelos palestrantes acerca de vários pontos sobre o cristianismo e o paralelo que os ensinamentos dos evangelhos, mais precisamente do Novo, têm com os dias atuais.

Dias de imensa luta, de crises econômicas e políticas, mas, sobretudo, do enfrentamento diário desta crise moral, que é a razão de todo descompasso nas engrenagens sociais do nosso país, uma vez que o ser humano, este agente que dirige e coordena os meios desta engrenagem, precisa urgentemente repensar seus valores diante de seus semelhantes.

Nada mais propício do que escutar, aprender novos conhecimentos, para por em prática em nossa rotina diária. Este foi o convite da XIX Semana Espírita, refletirmos nossas atitudes, pensamentos e anseios, pois a frase deste ano da Semana nos convidava a refletirmos sobre “A Vida Em Abundância”.

Diariamente, com as palestras, o posto do livro estava disponível para aqueles que desejassem adquirir obras espíritas para uma maior compreensão acerca dos fenômenos que são tratados e estudados pelo espiritismo. A Sociedade Espírita Trabalhadores do Evangelho acolheu todos que lá foram prestigiar as palestras, com sua habitual hospitalidade. Inclusive membros de outras denominações religiosas foram prestigiar o evento, materializando assim o verdadeiro ecumenismo cristão.

A Doutrina Espírita segue os ensinamentos de Jesus, estuda seu Evangelho, e não faz distinção, respeita absolutamente todas as manifestações, não censura e nem impõe nada. Mostra que é através do amor e do estudo que o homem constrói o seu próprio caminho.

Comentários (0)





Fechar  X

XIX Semana Espírita de Canguçu




Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Alan Otto Redu







































































































































































Arquivo



Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados