Segunda, 15 de outubro de 2018, 20:30h


Publicidade

Sicredi
Tordilho

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XIII - Número 629 outubro - 2018

Fechar X

Ano XIII - Número 629

outubro - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial 92 Expofeira Pelotas 2018 2018/10

Receitas

Torta de limo

Assine


Home Cultura e turismo

Cultura e Turismo

11-10-2018

Pesquisa analisa potencial turístico da Costa Doce


Foto: Gustavo Vara Encontro aconteceu na ltima quarta-feira (10)

A prefeita Paula Mascarenhas esteve no município vizinho, São Lourenço do Sul, nesta quarta-feira (10), para acompanhar a apresentação de uma pesquisa elaborada pelo Sebrae em parceria com a Unisinos, que analisou os potenciais turísticos da região sul do Estado – conhecida por Costa Doce. Na Sala de Convenções do Hotel das Figueiras, representantes dos municípios que integraram o estudo ouviram sobre as etapas do trabalho e receberam sugestões com o objetivo de potencializar os atrativos de cada cidade.


Coordenador da pesquisa, o professor Marcelo Jacques Fonseca destacou que o trabalho começou através da solicitação dos próprios gestores municipais, que buscavam entender quais eram os pontos positivos e negativos do turismo em suas cidades. 



“A pesquisa não tem o compromisso de ser mais ou menos positiva. Buscou, sim, demonstrar a realidade da região, mostrando resultados para que as localidades possam crescer”, explicou Fonseca durante a apresentação.


A pesquisa foi dividida em três fases, visando analisar a oferta, a demanda e, por fim, em um workshop, identificar atrativos e possíveis potencialidades a serem exploradas. Foram mais de 110 entrevistas realizadas e pelo menos 500 estabelecimentos (entre hotéis, restaurantes e outros) visitados em todas as cidades que integram a região, para que fosse possível definir o que agrada o público e o que precisa de mais atenção.  


Após a apresentação, os gestores dos municípios receberam exemplares da pesquisa e sugestões de como aproveitar os potenciais turísticos verificados em cada região. Uma das questões destacadas foi a criação de roteiros conjuntos, que passem por várias cidades, a exemplo do que ocorre na Serra Gaúcha e em outros lugares do mundo.


Além da chefe do Executivo pelotense, também estiveram presentes o secretário de Desenvolvimento, Turismo e Inovação (Sdeti), Fernando Estima, o vereador Daniel Trzeciak (PSDB), e o prefeito de São Lourenço do Sul, Rudinei Härter. A Universidade Católica de Pelotas (UCPel) e o Instituto Federal Sul Rio-grandense enviaram representantes.


Resultados


O grupo que promoveu o estudo visitou estabelecimentos de alimentação, hospedagem e entretenimento em todas as cidades pesquisadas, para entender o que era considerado positivo ou precisava ser melhorado. 


A primeira parte analisou a qualidade das ofertas em cada localidade e partiu de um inventário turístico, para identificar características estéticas – a inspiração veio das obras do pelotense Vitor Ramil. Posteriormente, o estudo focou na percepção dos turistas e potenciais visitantes, e identificou pontos importantes no quesito estético:


- Riquezas do patrimônio histórico (presentes em quase todos os municípios da Costa Doce)


- Regiões com presença de água (rios, lagos, lagoas, praias, faróis)


- Atividades produtivas podem ser atrativas (doces, pesca, vida universitária, operações portuários, etc)


- Locais com riquezas naturais


- Expressões culturais


Com os resultados em mãos, o estudo observou que 30% dos visitantes vêm de Porto Alegre e 11% de Santa Maria e, quando perguntados se ouviram falar da Costa Doce, metade (51%) conhecia o nome e o restante desconhecia (48%). Cerca de 47% deles não sabia onde a região estava localizada.


A pesquisa também verificou que o nome Costa Doce tem boa sonoridade entre os turistas e mais de 75% deles gosta e afirma que facilita a identificação com o local. Entre as cidades mais lembradas está Pelotas, que também aparece entre as principais palavras citadas para se referir à região.


 


Redator: Assessoria de Imprensa



Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

Pesquisa analisa potencial turístico da Costa Doce





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

Pesquisa analisa potencial turístico da Costa Doce


Enviado com sucesso!

ok


Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados