Terça, 22 de julho de 2014, 04:19h


Publicidade

JORNAL ASSINATURA

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano VIII - Número 410 julho - 2014

Fechar X

Ano VIII - Número 410

julho - 2014


Galerias

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial 157 anos de Canguçu 2014/6

Receitas

Sorvete caseiro

Assine

Perfil


Home Cultura e turismo

Cultura e Turismo

18-07-2014

Novas possibilidades para o Theatro Guarany


Foto: Divulgação A ideia é requalificar os espaços não aproveitados

Um semestre dedicado para o estudo de novas formas de utilização do Theatro Guarany. Acadêmicos do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), divididos em nove grupos, apresentaram como conclusão da disciplina de Atelier VII ideias criativas para requalificar espaços até então não aproveitados. Diagnóstico de conservação para identificar patologias e desajustes no edifício com sugestão de possíveis formas de recuperação também foi realizado.


As propostas apresentadas para a proprietária do espaço contemplaram intervenções tanto estéticas quanto culturais. Como parte da primeira etapa, todo um levantamento histórico e arquitetônico foi realizado para a criação de uma base de dados. Posteriormente, iniciaram as avaliações das possibilidades de usos e incrementos.



“Os trabalhos apresentados resultaram em ideias marcantes e inovadoras, que, reunidas, dariam um projeto de excelência”, comenta a coordenadora do curso, professora Laura Zambrano. Como novas formas de utilização do edifício, os acadêmicos sugeriram projetos de requalificação do terraço, propostas para criação de um forro localizado na parte superior da plateia, acessibilidade de todo o Theatro e espaços de comercialização.


Olhar para novas possibilidades


Trabalhar com o Theatro Guarany foi um grande desafio para os acadêmicos do curso devido ao seu tamanho e pela edificação ser inventariada, o que obriga o conhecimento de legislação específica para intervenções. Todo o levantamento de documentação do Theatro, como planta baixa, cortes e detalhamento vertical da edificação, fachadas, cobertura histórica e detalhamento de piso e forro foram realizados e entregues para a proprietária.


Logo após, iniciou a etapa de diagnóstico de patologias apresentadas e possíveis soluções, para só então iniciar as propostas de intervenção. Para a acadêmica Taís Moscarelli, de 31 anos, o resultado do trabalho foi satisfatório e oportunizou uma experiência diferenciada dentro do curso. “Ficamos orgulhosos com o resultado, principalmente por ter sido um trabalho intenso e que precisou de conhecimentos e cuidados específicos devido à particularidade do edifício”, comenta.


O grupo da acadêmica propôs transformar espaços ociosos em comerciais, com a criação de doçaria, loja de souvenires e um lounge bar no espaço do terraço. O grupo também sugeriu a criação de um Centro de Informações Turísticas.


Utilização de tecnologias mais modernas em diversas estruturas foi à proposta do grupo do acadêmico Rafael Poetsch, de 24 anos. Reforma estilística, reaproveitamento do porão e da segunda ordem dos camarotes, espaços destinados a reuniões, uma choperia e criação de espaços comerciais na parte da frente foram algumas das sugestões.


Já o grupo de Raquel Andersson, de 20 anos, apresentou projeto visando aumentar o fluxo de pessoas no local. A acessibilidade de todo o edifício também foi pensada através da utilização da garagem, localizada na parte lateral, para a criação de um elevador com acesso a todos os pavimentos. “Na área em que criamos o elevador, pensamos em criar entrada com hall para não diferenciar esse público dos demais”, comenta. Espaços para lazer, convivência e leitura, associados a paisagismos, também foram pensados.


Redator: Assessoria de Imprensa



Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

Novas possibilidades para o Theatro Guarany





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

Novas possibilidades para o Theatro Guarany


Enviado com sucesso!

ok


Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados