Segunda, 25 de junho de 2018, 14:57h


Publicidade

Trilegal
Sicredi
Tordilho

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XIII - Número 613 junho - 2018

Fechar X

Ano XIII - Número 613

junho - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial 161 anos de Canguu 2018/06

Receitas

Sopa paraguaia

Assine


Home Politica

Política

19-02-2018

Para evitar inundações, Prefeitura de Piratini projeta investimento no Centro


Foto: Nael Rosa/JTR Bocas de lobo so s parte do problema enfrentado a cada chuva forte

A cada vez que a chuva é intensa, em um período curto, surge o questionamento “quando será a próxima vez?”, considerando a expulsão da água, do lodo e a contabilização dos prejuízos do que foi destruído ou danificado. Assim, agem e pensam dezenas de moradores de Piratini que têm a casa invadida pela água não absorvida pelas chamadas bocas de lobo.


Com pouco a fazer, o secretário de Urbanismo e Serviços Públicos, Cláudio Luís Peres, admite que talvez em longo prazo a situação tenha solução. “Tenho um sério problema de recursos humanos. Disponho de um reduzido número de pessoal, que fica concentrado praticamente na limpeza urbana e, às vezes, são os mesmos que acabam limpando as caixas coletoras da água da chuva quando a mesma causa prejuízos. Ou seja, para este fim específico não tenho mão de obra para uma permanente limpeza das bocas de lobo”, admitiu Peres.



A notícia é péssima para Cleuza Farias Telles, de 37 anos, residente no bairro Calcário, que há anos sofre junto com a mãe Maida, 66, os transtornos, medos e prejuízos com os alagamentos. Ela torce que não ocorra tão cedo uma nova enxurrada, como a que inundou a casa da mãe, vizinha à sua, no mês de janeiro, o que foi, admite ela, não só provocada pela ausência de limpeza contínua das caixas, mas também pela ação da vizinhança, que descarta lixo e entulho ao lado das mesmas.


“A minha residência também ficava alagada, mas fiz uma viga de contenção e impedi que a água entrasse. Na da minha mãe, toda a mobília está mofada ou podre. Em dias ou noites de trovões e relâmpagos eu entro em pânico”, comentou a moradora.


A família Almeida, que há décadas tem uma padaria e, agora, também uma casa na rua Osvaldo Aranha, Centro, enfrenta os mesmos problemas. No dia, enquanto a casa da mãe de Cleuza era invadida na periferia, a menos de 200 metros da avenida principal, a situação não foi diferente. “A água ficou a um palmo de altura. Corremos para tentar evitar que atingisse a mobília, mas acabou queimando um cubo de guitarra e uma pedaleira que estavam no chão, o que me deu em torno de R$ 7 mil em prejuízo”, relata Jéferson Almeida, de 30 anos, que, além de empresário, também é músico.


Ele relembra que há três anos, e por duas oportunidades, foi à padaria que ficou totalmente alagada. Mas Almeida não se queixa da Prefeitura, pois, conforme ele, sempre que acionada, comparece para fazer a limpeza. Também entende que o problema não será solucionado rapidamente, já que pesquisou e descobriu que a situação já dura três décadas.


Quanto ao setor da área urbana, o secretário Peres disse que já foi feito um estudo e para obter soluções será preciso um grande investimento. “A tubulação ali é velha e pequena. São canos muito antigos que não suportam a vazão da água. Já nos arredores, que enfrentam a mesma situação, queremos em breve substituir alguns tubos, e é necessário, na Osvaldo Aranha, dar início a uma obra maior, o que será feito, mas momentaneamente esbarramos na redução de recursos humanos e de verbas para isso”, finaliza. 


Redator: Tradio Regional



Para evitar inundações, Prefeitura de Piratini projeta investimento no Centro


Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

Para evitar inundações, Prefeitura de Piratini projeta investimento no Centro





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

Para evitar inundações, Prefeitura de Piratini projeta investimento no Centro


Enviado com sucesso!

ok


Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados