Terça, 18 de dezembro de 2018, 17:29h


Publicidade

Tordilho
Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XII - Número 638 dezembro - 2018

Fechar X

Ano XII - Número 638

dezembro - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Agronegócio - Edição IV 2018/11

Receitas

Pêssego Trufado

Assine


Home Politica

Política

12-06-2018

Vereador de Pelotas convoca comitiva para esclarecer operação realizada pela Polícia Federal 


Foto: Renata Ulguim/JTR Vereador Waldomiro Lima esclarece sobre as investigações

A ação dos policiais aconteceu na manha de quarta-feira (6) para a realização de investigações sigilosas


Policiais federais realizaram uma operação na Câmara de Vereadores de Pelotas, na manhã de quarta-feira (6), onde aconteceram investigações nos gabinetes dos vereadores Ademar Ornel (DEM) e Waldomiro Lima (PRB). 



O motivo da ação é um possível envolvimento dos agentes públicos para ganhar votos eleitorais nas disputas das eleições 2012 e 2016. Cerca de 40 membros da Polícia Federal investigam dez mandados de busca e apreensão remetidos pela Justiça Eleitoral de Pelotas.


Na manhã da última sexta-feira (8), o vereador Waldomiro Lima convocou uma coletiva de imprensa para esclarecer as informações que estavam sendo divulgadas ao seu respeito. Ele salienta que foi surpreendido com as investigações da Polícia Federal. “Em respeito a Deus, minha família, ao meu mandato, meus eleitores e às pessoas que acreditam no meu trabalho, eu vim esclarecer o que está circulando na imprensa ao meu respeito”, disse.


O vereador explica que o revólver encontrado pelos agentes era uma relíquia da família, o qual seu falecido pai deixou de lembrança para ele. Além disso, afirma que nunca teve nenhum dinheiro dentro de sua casa. 


Sobre o programa “Minha Casa, Minha Vida”, Lima explanou que é um programa do governo federal, que é promovido através da participação de sorteios dos contemplados, realizado perante todos os envolvidos no projeto. 


Conforme ele, a Polícia Federal não informou como chegou até ele e em nenhum momento foi esclarecido o motivo da investigação, sendo explicado apenas que era uma busca sigilosa. “Eu não imagino de onde tenha vindo a denúncia, mas acredito que seja calúnia e difamação de pessoas que querem denegrir a minha imagem. Desde que eu anunciei a minha pré-candidatura para deputado estadual, começou essa perseguição contra a minha pessoa”, ressalta. 


No momento, o ex-secretário de Habitação e Regularização (SHRF), Ivan Vaz, fez uma intervenção para explanar que em nenhum momento, no período em que estava a frente da Secretaria, foi procurado por algum vereador, muito menos o Waldomiro Lima, para intervenção ao programa “Minha Casa Minha Vida”. “Nós assumimos a Secretaria com o programa praticamente executado, sendo realizado apenas o sorteio, na presença de várias autoridades, no período em que eu estava à frente da gestão. Me surpreendi quando disseram que eu era um delator. Sou militar aposentado do Exército Brasileiro há 30 anos e jamais iria descumprir a hierarquia e a disciplina e muito menos faria algo desse tipo na minha vida pública”, finaliza. 


Redator: Tradição Regional



Vereador de Pelotas convoca comitiva para esclarecer operação realizada pela Polícia Federal 


Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

Vereador de Pelotas convoca comitiva para esclarecer operação realizada pela Polícia Federal 





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

Vereador de Pelotas convoca comitiva para esclarecer operação realizada pela Polícia Federal 


Enviado com sucesso!

ok


Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados