Sexta, 24 de novembro de 2017, 16:42h


Publicidade

Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XII - Número 583 novembro - 2017

Fechar X

Ano XII - Número 583

novembro - 2017


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial 91 Expofeira Pelotas 2017/10

Receitas

Granola caseira

Assine


Home Rural

Rural

03-11-2017

O estímulo e visibilidade da produção rural na 1ª Festa do Morango de Pelotas 


Foto: JTR Secretrio de Desenvolvimento Rural, Jair Seidel, falou sobre o incentivo atividade e permanncia no campo

Na busca por fortalecer e estimular a cadeia produtiva do morango em Pelotas, o segundo final de semana de novembro será dedicado à 1ª Festa Municipal do Morango.


Além da participação de 20 produtores em 10 bancas expositoras, acontecerão, durante a semana anterior ao evento, as feiras itinerantes no Mercado Público Central e nos bairros, para que haja a comercialização direta e o consumo in natura, ampliando a fruticultura local. 



Essas ações permitem que a população tenha um contato com o produtor e o alimento produzido na região, entendendo a importância do trabalho desenvolvido, que atinge setores econômicos, rurais e de desenvolvimento, consequentemente gerando reflexos para a expansão da produção. 


No município, estão envolvidas neste tipo de cultura 105 famílias de produtores rurais, com 22 hectares de área plantada e produção anual estimada em 1.175 toneladas de morango. 


Para a Festa, um grupo formal de produtores, que trabalham junto a Embrapa Clima Temperado, Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e Emater-Rs/Ascar foi organizado. De acordo com o secretário Municipal de Desenvolvimento Rural, Jair Seidel, há quatro regiões com maior produção: Monte Bonito, Cascata, Cerrito Alegre e Santa Silvana. Por isso, os espaços oferecidos foram proporcionais à quantia de produtividade, para a valorização do produtor de maneira coerente, gerando o equilíbrio.


Além do fomento à produção, há o incentivo e a qualificação do sistema fora do solo, desenvolvido pela Embrapa Clima Temperado, que atualmente atinge todo o país. A nova forma de cultivo traz uma série de benefícios ao produtor, como o manejo das frutas, colheita dinâmica, além da menor incidência de agrotóxicos. 


“Uma das coisas importantes da cultura do morango é que ela é uma atividade característica da pequena propriedade, que remunera muito bem”, explica. Porém, ainda há o êxodo rural a ser enfrentado. Por isso, a Secretaria de Desenvolvimento Rural está elaborando ações para incentivar a permanência no campo, que iniciarão no próximo ano. Conforme o chefe da pasta, em 1970, o Rio Grande do Sul contava com 48% da população no campo, e hoje estão 10%. Somente em Pelotas, são cerca de 9%. “Vejo no morango uma dessas alternativas”, afirma. 


Outro modo de incentivo no meio rural pela Secretaria é o fomento das agroindústrias e o turismo, agregando valores às atividades, vistas como complementares pelo secretário municipal, sendo diretrizes para desenvolvê-las. Atualmente, estão em funcionamento 30 agroindústrias e a intenção é de expandir este número. 


Todos os morangos in natura serão comercializados em embalagens, priorizando a higienização e os cuidados com a fruta, incentivando também mudanças culturais do produtor, relacionado a isso, sendo a Festa um espaço para esta troca de conhecimentos. 


A Festa acontecerá nos dias 11 e 12 de novembro, na Comunidade Redentor, Estrada da Gama, no 9º Distrito de Pelotas (Monte Bonito), com entrada gratuita, somente sendo cobrado o valor do estacionamento. 


Feiras itinerantes


As feiras itinerantes iniciam neste sábado (4) no Mercado Central e ficará até o dia 10 de novembro. Na avenida Duque de Caxias, também será no dia 4, no canteiro central entre o Quartel e o Village Center; no Laranjal, na rótula do Shoppingo no dia 5; na praça 20 de Setembro, em frente ao IFSul, no dia 6; na avenida Fernando Osório, posto SIM esquina Salgado Filho, no dia 7; na avenida Dom Joaquim , em frente ao posto SIM, na contramão, no dia 8; na avenida Salgado Filho, calçada ao lado do Krolow, esquina, no dia 9; e na avenida Domingos de Almeida, esquina Baronesa, pela avenida São Francisco de Paula, no dia 10.


Redator: Tradio Regional



O estímulo e visibilidade da produção rural na 1ª Festa do Morango de Pelotas 


Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

O estímulo e visibilidade da produção rural na 1ª Festa do Morango de Pelotas 





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

O estímulo e visibilidade da produção rural na 1ª Festa do Morango de Pelotas 


Enviado com sucesso!

ok


Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados