Quinta, 18 de outubro de 2018, 15:20h


Publicidade

Sicredi
Tordilho

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XIII - Número 629 outubro - 2018

Fechar X

Ano XIII - Número 629

outubro - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial 92ª Expofeira Pelotas 2018 2018/10

Receitas

Torta de limão

Assine


Home Rural

Rural

09-02-2018

Projetos do Ministério do Desenvolvimento Social para a região 


Foto: JTR Secretário Nacional Caio Rocha compareceu na abertura oficial da XVII Expofesta Regional da Melancia de Pedro Osório

A XVII Expofesta Regional da Melancia e 8ª Feira Regional da Agricultura Familiar, reuniu grande público e autoridades.


Um delas foi o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Caio Rocha, que representou o governo federal.



Em Pedro Osório, com foco na agricultura familiar, a Secretaria contribuiu para  a realização do evento. “Não é uma despesa pública, é um investimento, que retorna para o bem estar e renda ao agricultor”. Conforme ele, a produção cresce cerca de 5% ao ano, o que demonstra a inserção da tecnologia e investimentos no processo para a melhoria econômica do agricultor. “Em uma feira como essa, temos a oportunidade de levar essa tecnologia ao conhecimento de outros agricultores”, enfatiza.


Ainda, a Secretaria atendeu uma solicitação do prefeito Moacir Otilio Alves, que pedia a liberação de R$ 100 mil para adquirir produtos da agricultura familiar e realizar doação para entidades socioassistenciais, o que já foi atendido. Assim, a cada 15 dias, os produtos poderão ser adquiridos, e, para isso, os produtores deverão deixar seus alimentos na Secretaria Municipal de Agricultura.


Outro fato citado por Rocha é que há cerca de um ano e meio, 22 municípios do Estado estavam credenciados e operando no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), e, com a inserção de Pedro Osório, passaram a ser 160 cidades, representando a potencialidade da agricultura familiar estadual.


A Secretaria também está realizando um programa para levar água às 167 escolas do Rio Grande do Sul - municipais e estaduais -, sendo que 30 delas ficam localizadas na Zona Sul. Os recursos já foram encaminhados para a Secretaria Estadual de Educação, com o objetivo de proporcionar água potável para alunos e profissionais, pois é um direito humano e um cuidado com a saúde.


Plano futuro


“O nosso sonho na Zona Sul é poder constituir um trabalho de união de todo o setor cooperativo”, comentou o secretário. Para ele, universidades federais, Exército e aeronáutico, por exemplo, poderiam comprar alimentos produzidos na região, pois, de acordo com Rocha, instituições como essas compram R$ 2 bilhões em alimentos no país, e, hoje, deste montante, menos de R$ 300 milhões vão para a agricultura familiar.


O projeto é de criar uma feira que reunisse 15 cidades, mostrando que, através da soma de esforços e divisão de responsabilidades, há como fazer algo diferente, podendo ter um caráter internacional, por conta dos países vizinhos.


“Isso é inovador, pois fazeremos uma multifeira, onde teremos o cooperativismo da agricultura familiar, setor de máquinas da indústria local, bacia leiteira e ovinocultura, para mostrar as raças”, explicou Rocha, que complementou: “A Região Sul precisa mostrar o que produz. Ela é  uma região de empreendedorismo”.


Para ele, a agricultura é forte porque as pessoas e os produtores acreditam nela. “O Rio Grande do Sul produz muito. Ele está num momento de fazer diferente do restante do país, de poder fazer uma agricultura de agregação de valor. Nós temos que acreditar naqueles que dão o exemplo todo o dia, de como produzir e melhorar a renda e a vida das pessoas”, finalizou.


Redator: Tradição Regional



Projetos do Ministério do Desenvolvimento Social para a região 


Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

Projetos do Ministério do Desenvolvimento Social para a região 





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

Projetos do Ministério do Desenvolvimento Social para a região 


Enviado com sucesso!

ok


Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados