Quinta, 18 de outubro de 2018, 15:47h


Publicidade

Sicredi
Tordilho

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XIII - Número 629 outubro - 2018

Fechar X

Ano XIII - Número 629

outubro - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial 92ª Expofeira Pelotas 2018 2018/10

Receitas

Torta de limão

Assine


Home Saude

Saúde

03-08-2018

Manifesto para exigir que todos os exames pré-câncer sejam refeitos acontece em Pelotas  

Foto: Vitória Leitzke/JTR Reunião lotou o plenário na tarde desta quinta-feira (2)

Na tarde da última quinta-feira (2), foi realizada uma reunião pública sobre o posicionamento do governo municipal sobre a possível fraude nos exames pré-câncer, na Câmara de Vereadores de Pelotas. A ação, denominada como Dia M pela Vida das Mulheres, foi organizada pela mobilização feminina da cidade e contou com a presença da vereadora Fernanda Miranda (PSol), das deputadas estaduais Miriam Marroni (PT) e Stela Farias (PT) e da deputada federal Maria do Rosário (PT).


Além disso, o encontro teve depoimentos de mulheres que realizaram o exame papanicolau em Unidades Básicas de Saúde (UBS), tiverem seu diagnóstico normal e descobriram, após novo atendimento, a doença em estágio avançado. Um exemplo é de Ana Maria Nobre, 39 anos, que só confirmou sua suspeita após insistir na cauterização de uma ferida. “Quando o médico da Fundação de Apoio Universitário (FAU) falou que precisava enviar para biópsia, mesmo com meu exame normalizado, tive muito medo.”, relembra.



A secretária do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul, Gisele Lobato, defendeu a revisão de todos os exames realizados no período de 2014 até julho de 2018. “Se for necessário coletar mais 17.000 exames, nós estaremos juntos nessa”, destaca.


Para a deputada Maria do Rosário, a investigação deve se tornar federal por envolver verba do Sistema Único de Saúde (SUS) e para evitar casos como esse em outros municípios. “Quando há recursos federais, a investigação deve e pode ir para a Procuradoria-Geral da República”, afirma.  


As atividades do Dia M foram encerradas com um ato no Largo do Mercado Central, abaixo da sala da prefeita Paula Mascarenhas, com o objetivo de chamar a atenção da comunidade e da Prefeitura sobre a gravidade da suspeita. 


Redator: Tradição Regional



Manifesto para exigir que todos os exames pré-câncer sejam refeitos acontece em Pelotas  


Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

Manifesto para exigir que todos os exames pré-câncer sejam refeitos acontece em Pelotas  





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

Manifesto para exigir que todos os exames pré-câncer sejam refeitos acontece em Pelotas  


Enviado com sucesso!

ok


Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados