Sábado, 15 de dezembro de 2018, 18:36h


Publicidade

Tordilho
Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XII - Número 638 dezembro - 2018

Fechar X

Ano XII - Número 638

dezembro - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Agronegócio - Edição IV 2018/11

Receitas

Pêssego Trufado

Assine


Home Saude

Saúde

23-11-2018

Canguçu: Comissão Provisória deixará o Hospital nos próximos dias

Foto: Felipe Madeira/JTR Cálculos recentes mostram que o valor total das dívidas já ultrapassa R$ 25 milhões

Na quinta-feira (21), houve a confirmação de que a comissão provisória, que tem respondido pelo comando do Hospital de Caridade de Canguçu (HCC) só ficará por mais dez dias.


Em entrevista cedida ao Jornal Canguçu Notícia em maio deste ano, Delaci Borges (presidente da casa de saúde na época) explicou que o mandato da gestão teria encerrado e que nenhuma chapa teria se apresentado para assumir a diretoria.



Com isso, a diretoria decidiu permanecer até que fosse definido um caminho para o futuro da Casa. Na época, a expectativa que o Poder Executivo assumisse a instituição era grande. 


Expectativa que o Poder Executivo assuma a casa


De maio para cá, a Comissão Provisória tem respondido pelas questões legais do Hospital. A Administração Municipal realizou repasses emergenciais, além do recurso mensal de R$ 221 mil.


Ao total, mais de R$ 800 mil foram encaminhados a casa de saúde, sendo R$ 210 mil da devolução de verba da Câmara de Vereadores, além de outros dois que viabilizaram o pagamento dos 13º salário dos funcionários, em atraso há pelo menos dois anos.


Em junho deste ano, a Associação do Hospital de Caridade de Canguçu convocou todos os associados para uma Assembleia Extraordinária em caráter de urgência na quinta-feira (14). Segundo o documento, entre as pautas da reunião, estava a solicitação ao Poder Executivo Municipal para que assuma a gestão da Unidade Hospitalar


Em agosto, em uma coletiva de imprensa, Pegoraro apresentou uma nova Planta de Valores de Imposto Pedial Territorial e Urbano (IPTU) como uma alternativa para a Prefeitura ter capacidade de responder pela casa. Na apresentação, o chefe do executivo reiterou que o Município não poderia ficar sem o hospital e apontou para a necessidade de “um remédio amargo” para salvar o HCC.


Nesses últimos dias, em que a greve dos funcionários é retomada e as internações são suspensas por falta de recursos, a comunidade e a imprensa tem se questionado sobre a Prefeitura assumir a administração do Hospital.


Em entrevistas cedidas à imprensa local, Vinicius ainda não confirmou sobre assumir a casa, mas confirmou que R$ 1,8 milhão serão injetados a mais no caixa do hospital, a partir de 2019.


Nesta sexta-feira (23), em uma entrevista à Rádio Liberdade, o prefeito frisou o trabalho da consultoria do Hospital Sírio-Libanês; um dos mais importantes centros da América Latina, para apontar as formas que a prefeitura poderia auxiliar a instituição.


Internações suspensas


Desde a última segunda-feira (19), apenas casos de urgência estão sendo atendidos e tendo internações. As cirurgias eletivas também estão suspensas.


Em frente ao prédio, fixado na entrada, uma folha impressa ressalta o motivo: “a falta de condições de trabalho e de recursos desta instituição.” Segundo fontes confiáveis do Jornal Canguçu Notícia, a casa de saúde, já vinha sofrendo com a falta de medicamentos.


Redator: Tradição Regional



Canguçu: Comissão Provisória deixará o Hospital nos próximos dias


Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

Canguçu: Comissão Provisória deixará o Hospital nos próximos dias





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

Canguçu: Comissão Provisória deixará o Hospital nos próximos dias


Enviado com sucesso!

ok


Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados