Sexta, 15 de dezembro de 2017, 11:57h


Publicidade

Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XII - Número 586 dezembro - 2017

Fechar X

Ano XII - Número 586

dezembro - 2017


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial 91 Expofeira Pelotas 2017/10

Receitas

Bolo de Caneca

Assine


Home Variedades

Variedades

19-05-2017

Conselho Tutelar de Jaguarão enfrenta dificuldades para atender a população


Foto: Fernanda Cassel/JTR Falta de acesso internet e de veculo para atender as demandas esto agravando a situao

As conselheiras tutelares de Jaguarão estão enfrentando problemas para o desenvolvimento do trabalho de rotina e para o atendimento aos que precisam do Conselho. O assunto esteve em pauta nas últimas sessões da Câmara de Vereadores, através de denúncia da vereadora Janaína Lameiro (PT), que afirmou ter sido procurada por pessoas da comunidade que manifestaram indignação com o tema. Ela visitou o órgão para verificar a situação e tem cobrado uma solução urgente da Prefeitura, já que diversas famílias, em especial crianças e adolescentes, estão sendo prejudicadas com a situação crítica.


Nesta semana, a reportagem do JTR visitou o Conselho Tutelar e confirmou com as conselheiras Cristiane Araújo e Vanderléia Gonçalves que as condições de trabalho não estão satisfatórias. Elas afirmam que o Conselho está sem internet, o telefone do plantão só recebe chamadas, o veículo próprio da instituição está no conserto sem previsão de retorno, além das dificuldades de obter material de expediente. “A falta de internet nos prejudica, pois recebemos denúncias via e-mail, documentações de escolas e trabalhamos com o sistema Ficai Online, que é a ficha de comunicação do aluno infrequente. Para fazer esse trabalho, estamos nos deslocando até a Secretaria de Desenvolvimento Social por algum tempo, que nos empresta um computador”, destaca Cristiane.



Sobre a situação do carro, as conselheiras explicam que ele se envolveu em um acidente em Pelotas e há duas semanas elas vêm enfrentando problemas de locomoção. “Durante a manhã e tarde ficamos sem veículo, o que tem comprometido os serviços de rotina. A Secretaria nos disponibiliza, após as 17h30, o veículo do Bolsa Família, que pode ser usado para o plantão e temos ficado com esse veículo à disposição nos finais de semana”, conta Vanderléia.


Já em relação ao telefone, elas afirmam que o fixo está funcionando normal, mas o problema é o celular do plantão, pois a partir das 18h elas só podem atender ligações. Elas reclamam que ficam impossibilitadas de fazer algum contato, se necessário, durante uma ocorrência.


As conselheiras enfatizaram também que, devido à licença da Promotora da Infância e Juventude, não têm recebido muitas demandas da Promotoria, porém sabem que assim que a promotora retornar a situação será diferente. “Certamente vamos receber muitas demandas e com essa situação difícil de trabalho o problema irá se agravar ainda mais”, observa Vanderléia.


Finalizando, elas salientaram que a situação já foi comunicada ao Ministério Público, ao Fórum e à Prefeitura, mas até a segunda-feira (15) não tinham obtido retorno. “Esse problema tem dificultado muito nosso trabalho e, infelizmente, toda a população acaba sendo afetada com isso”, lamenta Cristiane. 


Secretária de Desenvolvimento Social fala sobre o assunto


Após a entrevista com as conselheiras, a reportagem conversou com a secretária de Desenvolvimento Social e Habitação, Aline Gonçalves, sobre o problema que vem sendo enfrentado pelo Conselho Tutelar. Aline é conselheira há cerca de 10 anos e, atualmente, está afastada para ocupar o cargo de secretária municipal.


Ela afirmou que está ciente das dificuldades e, junto da sua equipe, vem tentando fazer todos os ajustes necessários para resolver essas demandas. Sobre os materiais de expediente, ela conta que, recentemente, o prédio da Secretaria foi arrombado e diversos materiais foram furtados. “Para ter uma ideia do prejuízo, calculamos que, entre os diversos materiais levados, cerca de mil folhas de ofício foram furtadas”, observa.


Ela afirma ainda que a Secretaria enfrenta um problema orçamentário, o que prejudica a resolução rápida dessas demandas do Conselho. “Teve uma alteração no provedor de internet e é necessário adquirir um novo aparelho, mas ainda estamos sem recursos. Conseguimos resolver o problema do telefone fixo que desde o ano passado não estava funcionando, mas sabemos que o do plantão só recebe ligações. O convênio dos telefones funcionais da Prefeitura ainda não foi feito e esperamos essa situação para resolver esse problema do celular do plantão”, explica.


Em relação ao carro, ela afirmou que, de fato, não há previsão de retorno da oficina, mas ressaltou que a Secretaria tem disponibilizado o veículo do Bolsa Família à noite e aos finais de semana para o Conselho, além de disponibilizar pela manhã e tarde para que a equipe atenda os casos emergenciais.


Aline ainda ressaltou toda sua relação com o Conselho Tutelar e reafirmou que está trabalhando com dedicação para solucionar esses problemas e aprimorar todos os programas mantidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social. 


Redator: Tradio Regional



Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

Conselho Tutelar de Jaguarão enfrenta dificuldades para atender a população





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

Conselho Tutelar de Jaguarão enfrenta dificuldades para atender a população


Enviado com sucesso!

ok


Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados