Sábado, 16 de dezembro de 2017, 14:35h


Publicidade

Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XII - Número 586 dezembro - 2017

Fechar X

Ano XII - Número 586

dezembro - 2017


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial 91ª Expofeira Pelotas 2017/10

Receitas

Bolo de Caneca

Assine


Home Variedades

Variedades

04-08-2017

Em busca das vocações: Conheça o Movimento Serra do Brasil


Foto: Carina Reis/JTR (da esq. para dir.) O presidente da Comunidade Serra de Pelotas, Valmor Beber, a coordenadora do Distrito 115, Nelma Porto, e o presidente do Conselho Nacional do Serra, Alcides Dachery

O Movimento Serra do Brasil é o único desta vertente da Igreja Católica, oficialmente reconhecido pela Santa Sé, formado exclusivamente por fiéis leigos que têm a missão de rezar e trabalhar em prol das vocações sacerdotais religiosas e missionárias da Igreja. 


Para o presidente do Conselho Nacional do Serra 2017/2018, Alcides Dachery, “cada um de nós tem a sua missão. Os membros são pessoas batizadas, que frequentam a Igreja Católica que podem fazer parte deste Movimento que foi criado para auxiliar os vocacionados”.



O Distrito 115, que abrange Rio Grande, São José do Norte, Pelotas, Bagé e Cachoeira do Sul, está há pouco tempo sob coordenação de Nelma Porto. “Tivemos agora em Rio Grande com o Encontro de Formação Espiritual do Movimento e foi muito bom. Queremos conquistar mais adeptos, pois é um Movimento amigo e unido. E eu acho muito bonito porque, realmente, a gente precisa de padres e as pessoas não se dão conta disso”, alerta.


Com estrutura semelhante ao modelo de Lions e Rotarys Clubs, o Movimento surgiu nos Estados Unidos. “Ele foi criado para trabalhar pelas vocações porque faltavam padres. Então, os quatro fundadores começaram a pensar o que poderiam fazer para aumentar o número de sacerdotes na Igreja”, conta Dachery, afirmando que em Pelotas também há este déficit.


Anteriormente divido em distritos, conforme a localidade, comandados por seus governadores, e denominado como “Movimento Serra Clube”, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) sugeriu algumas mudanças, momento em que o “Clube” dá lugar à terminação “do Brasil”, e as células menores chamam-se de Comunidades - estas que fazem parte dos distritos, agora comandados por coordenadores e não mais governadores.


Fundado em 1934, nos Estados Unidos, o Serra só chegou ao Brasil em 1964, pelo arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Jaime Cardel Câmara, que encontrou na pessoa de seu fundador Cs. Luiz Alexandre Compagnoni, seu primeiro líder e incentivador. Hoje, o Movimento possui o caráter de organização mundial, pois está presente em quase todos estados brasileiros e nos cinco continentes, onde um cardeal dá assistência em âmbito mundial, um bispo o faz em âmbito nacional e um padre fornece assistência religiosa às comunidades.


A Comunidade de Pelotas, conforme explica o presidente da Comunidade Serra de Pelotas, Valmor Beber, conta com cerca de 24 associados que participam ativamente, número que deve ser ampliado. “Queremos trazer gente nova porque já chegamos a ter até 160 associados. Esse é o único movimento da Igreja Católica reconhecido pela Santa Sé com essa missão, de propagar e ajudar nas vocações”, destaca.


As arrecadações do Movimento se dão através de mensalidades, pagas pelos associados, e das promoções, como almoços e demais eventos, realizadas para manter as ações e pagamento de taxas para contribuição à sede, situada em Curitiba (PR). “Para nós, é uma honra ter o presidente Nacional do Serra aqui em Pelotas”, afirma Beber sobre a presença de Alcides Dachery, que recebe a resposta do presidente: “Mas a honra e o privilégio são recíprocos. É muito bom saber que tenho esse grupo me dando forças e me apoiando”.


Para fazer parte do Movimento, basta procurar um membro do Serra. O trabalho do novo associado será o envolvimento com as reuniões mensais, orações, missa e confraternização. Além disso, há a pretensão de um projeto para visitações em paróquias e nas comunidades, com o objetivo de divulgação, sendo que, segundo Nelma, dali pode nascer uma vocação.


O Serra também organiza atividades em âmbito nacional como, por exemplo, a Romaria Nacional, realizada anualmente na basílica de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida do Norte (SP). São reunidos cerca de 1,2 mil serranos brasileiros, na qual também é co-celebrada uma Santa Missa no altar-mor da basílica. Ainda é realizado, a cada cinco anos, um Congresso Sacerdotal Brasileiro, onde padres, bispos e seminaristas debatem o tema sacerdócio nacional.


Convenções internacionais também fazem parte das atividades do Movimento. A última, realizada no dia 23 de junho deste ano, contou com a participação de 70 serranos brasileiros na Convenção do Serra Mundial, reunindo 650 participantes do Movimento, de todos os continentes. O momento foi marcante para Dachery, pois o Papa Francisco o recebeu no Vaticano e presidente do Conselho Nacional esteve entre os 70 membros abençoados individualmente. 


Redator: Tradição Regional



Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

Em busca das vocações: Conheça o Movimento Serra do Brasil





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

Em busca das vocações: Conheça o Movimento Serra do Brasil


Enviado com sucesso!

ok


Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados