Sábado, 15 de dezembro de 2018, 19:19h


Publicidade

Tordilho
Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XII - Número 638 dezembro - 2018

Fechar X

Ano XII - Número 638

dezembro - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Agronegócio - Edição IV 2018/11

Receitas

Pêssego Trufado

Assine


Home Variedades

Variedades

04-12-2018

Inédito no RS, casamento no presídio regional celebra o amor em Pelotas


Foto: Divulgação Os casamentos aconteceram no final da tarde desta segunda-feira (3)

O pátio interno do Presídio Regional de Pelotas (PRP) foi palco de um evento inédito no final da tarde desta segunda-feira (3). Em um Casamento Coletivo, o primeiro em uma casa prisional no Rio Grande do Sul, nove casais puderam celebrar o amor em suas mais diversas manifestações, enfrentando barreiras e oficializando uniões que transcendem muros. 


Promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social (SAS), e o Projeto Ronda da Cidadania do Foro da Comarca de Pelotas, o Casamento foi mais uma demonstração da importância de segundas chances, em que laços afetivos são elemento essencial na ressocialização. Conforme a prefeita Paula Mascarenhas essa, e as outras ações desenvolvidas com os apenados e egressos do sistema prisional dentro do Pacto Pelotas pela Paz, buscam um novo olhar para a segurança e o combate à violência.



“Sempre é um dia emocionante e simbólico, mesmo em uma situação tão específica. Desejamos que, ao encontrar suas esposas e um lar esperando por vocês, encontrem também portas abertas e novas oportunidades, felicidade e realizações”, desejou a prefeita aos noivos.


Dividida em três etapas, a cerimônia ressaltou a importância do respeito aos direitos e à dignidade de quem cumpre pena em privação de liberdade. A valorização das pessoas, um olhar mais humanizado, é o que buscam o executivo municipal e o judiciário, lembrou o juiz titular da Vara de Execuções Criminais (VEC) Regional, Marcelo Malizia Cabral. “Em 17 anos, realizamos mais de 900 casamentos, na zona rural, na cidade e em quilombos, mas até então, nunca no presídio. Quem está aqui merece viver bons momentos, com acesso à saúde, educação, profissionalização e amor”, disse o magistrado.


Entre os casais que puderam oficializar os laços de afeto estiveram Cristiano e Michael, ou Mimi, como prefere ser chamado. Ambos se conheceram dentro do PRP e aproveitaram a cerimônia para por no papel a união. Enquanto provava vestidos, fazia cabelo e maquiagem, Mimi não conseguiu segurar a ansiedade e esconder a alegria de quem realiza o sonho de usar o branco no casamento. 


Além das vestimentas e decoração, fruto da parceria com Embeleze e Felicitá, os noivos ganharam ainda toalhas da Pastoral Carcerária, e um mimo feito pela diretora do PRP, Fabiane de Oliveira, para a data: os tradicionais Bem Casados. Segundo ela, o Casamento Coletivo era um sonho também da direção da casa prisional, que se concretizou como um primeiro passo para um recomeço na construção de famílias.


A ideia de que sonhos podem ser concretizados ainda dentro do PRP ganhou coro da prefeita.“É uma cerimônia feita para vocês, superando barreiras e buscando uma sociedade mais tolerante e de igualdade. É o símbolo de que as coisas estão mudando”, afirmou Paula. 


A cerimônia foi acompanhada pelos secretários de Segurança Pública e Assistência Social, Aldo Bruno Ferreira e Luiz Eduardo Longaray; pelo comandante da Guarda Municipal, Sandro Carvalho; pelo delegado regional penitenciário Fernando Zacoteguy, e representantes da Brigada Militar, OAB e Consepro, além dos oficiais do cartório da 2ª Zona Civil de Pelotas, responsáveis por contratualizar as uniões.


Redator: Assessoria de Imprensa



Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

Inédito no RS, casamento no presídio regional celebra o amor em Pelotas





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

Inédito no RS, casamento no presídio regional celebra o amor em Pelotas


Enviado com sucesso!

ok


Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados